Rio Preto da Eva – Um novo destino turístico no Amazonas

Sempre viajei para o Amazonas e só visitava o município de Manaus, em Iranduba (na vila de Paricatuba ou na praia do Japonês) e em Presidente Figueiredo, por não saber, que bem pertinho da capital do Amazonas, existia um município que tem crescido bastante em várias área como o turismo (experiência, rural, aventura e da pesca esportiva), do pescado e dos cítricos.

Cristinho Riopretense

Juntamos um grupo de quatro aventureiros e seguimos viagem com destino a Rio Preto da Eva, um município que fica a um pouco mais de 80km de distância de Manaus/Amazonas, seguindo pela AM-010, uma estrada muito boa e tranquila, até é possível ver animais pelo caminho, como preguiças e aves.

Seguimos na viagem, a Raissa Aventureira, o Filipe Na Aventura, o Jaime Saindo da Rota e eu, que voz escrevo. Cheguei em Manaus, de busão, saindo de Boa Vista e o Filipe já estava esperando na rodoviária, logo passamos buscando o Jaime e seguimos até Rio Preto da Eva (que irei chamar carinhosamente de Rio Preto ou RPE em alguns trechos deste texto), onde encontraríamos com a Raissa para começar nossa aventura.

Rotatória da entrada de Rio Preto da Eva, já te deseja um BEM VINDO e um BOA VIAGEM

Logo na entrada de Rio Preto da Eva, você já é bem recebido com um seja bem-vindo na entrada da cidade e já começa a ver várias barraquinhas vendendo laranjas bem docinhas, seja a unidade ou sacolas. Como eu disse logo no começo, a região é um dos maiores produtores de cítricos do Brasil, e a laranja é um grande sucesso, então, fica a dica, quer chupar uma laranja docinha, já passa em RPE.

Eae, vamos de 50 laranjas docinhas por apenas R$ 10,00?

E, logo após a entrada e as laranjas, chegamos ao balneário da cidade, um lugar perfeito para se refrescar, ponto de encontro dos amigos e familiares, local de festas, treino e passeio de SUP e caiaque, além de ter vários bares e restaurantes para atender a todos que ali chegam. Mas, naquele momento só passamos pela ponte, desejando voltar ali pra “banhar” um pouco.

Vista de cima do balneário municipal de Rio Preto da Eva

Uma pequena cidade com pouco mais de 34 mil habitantes calorosos, que te recebem bem, com um sorrisão no rosto e sempre dispostos a ajuda, o riopretense é bem simpático e só posso dizer que os dias que passei ali foram fantásticos.

Ah, e só como curiosidade, foi uma riopretense que criou o CAFÉ REGIONAL, sabe quando você anda pelas estradas do Amazonas e tem café regional pra todo lado? Pois foi ali que nasceu o Café Regional da Priscila, a original está lá em Rio Preto da Eva e posso dizer que já comi em vários outros, mas o que eles, lá de Rio Preto da Eva preparam, superou todos, foi gostoso demais!

O QUE FAZER EM RIO PRETO DA EVA

CRISTO REDENTOR DE RIO PRETO DA EVA

Cristo Redentor do Rio Preto da Eva

Um dos points mais visitados em Rio Preto da Eva é o Cristo Redentor, também chamado carinhosamente de Cristinho Riopretense. Está localizado numa área alta da cidade, dando a vista do Cristo com seus braços abertos para abençoar toda região.

Cristo Redentor do Rio Preto da Eva voltado para a cidade abençoando este município

Além de ser visitado por vários turistas que chegam na cidade, ele também é ponto de visitantes que vão agradecer por bênçãos/graças recebidas, sendo um símbolo de fé e esperança.

Por do sol no Cristinho Riopretense

Na área que o Cristo está colocado, além de proporcionar uma bela vista para a cidade, têm uma área onde os moradores aproveitam para fazer caminhada e lanchonetes para matar a fome pós treino. Aproveitamos e já jantamos ali, pense numa pizza boa!

Fazendo fotos com perspectivas

Além de fazer aquelas fotos de braços abertos com o Cristo como vemos em várias fotos pela internet, há outros que prefiram fazer as fotos em perspectiva como a foto acima, que dá a aparência de que o Cristo virou um souvenir ou uma pequena estátua para levar pra casa.

ROTA DOS BALNEÁRIOS

Balneário Três Irmãos

Após encontrarmos com a Raissa, seguimos para a ROTA DOS BALNEÁRIOS, começando pelo balneário municipal, e de lá seguimos para o balneário 3 irmãos. Um balneário muito bem conservado, com uma água fria/gostosa, que ajuda realmente a refrescar nos dias quentes. Servem almoço, petiscos e bebidas. Ah, lá não tem wi-fi e a frase usada no local é ” NATUREZA NÃO TEM WI-FI, AQUI A CONEXÃO É OUTRA”, então aproveite o lugar e curta o ambiente, seja sozinho ou acompanhado.

Seguimos do último para o primeiro, e fomos passando de balneário em balneário, aproveitando para retirar aquele calor imenso que estava este dia. Passamos pelo balneário do Manú, Encanto da Mata. O que posso dizer “Cada um com sua beleza, mas com toda certeza, a água é boa demais em todos!

Balneário do Manú

Quase chegado ao final da rota dos balneários, paramos no balneário do Gonzaga, assim como os outros, muito bem estruturado, e com uma equipe pronta para atender. Com um córrego de igarapé de água gostosa, colocaram algumas pontes para facilitar o trajeto entre os lados do igarapé.

Balneário do Gonzaga

Vale lembrar também que, além dos balneários que citei, tem o balneário municipal, que fica no começo da cidade, que tem vários bares e restaurantes, que tem um anfiteatro que já foi palco de vários eventos da cidade e a turma aproveita para praticar SUP (que falaremos mais à frente).

Balneário Municipal

CACHOEIRA ZF8

E, outro dos muitos atrativos na região é a cachoeira ZF8. Eita que o bom dessa cachoeirinha é que ela é tipo C, que tem a possibilidade de você entrar nela e ficar curtindo a vista de dentro da cachoeira, e claro, aproveitar para fazer aquelas fotos tops!

Cachoeira ZF8 por dentro

Ela fica localizada no município de Rio Preto da Eva, seguindo pela AM-010 por mais ou menos 13km, logo pega-se uma vicinal de piçarra/barro por mais 7km, até chegar num local onde para-se o carro/moto/bike/buzão e segue descendo por uma ladeira até chegar nela.

Cachoeira ZF8

Muita gente aproveita os finais de semana e feriados para curtir o dia por lá, assar uma carne, e até mesmo acampar com a turma. Alguns acabam levando até colchões infláveis para ficar flutuando próximo à queda d’água.

Vale lembrar que por estar um pouco distante da cidade, todo cuidado é pouco com quedas. outra dica é, tudo o que levar até lá, leve de volta para casa, sejam seus objetos pessoais e o lixo, para que a região siga atrativa para todos os que forem visitar. Como sempre vemos por aí, não leve nada além de fotos!

Nós na Estrada

PRODUTORES DE CÍTRICOS

O Rio Preto da Eva é um dos grandes, quiçá o maior produtor de cítricos do Brasil. Sabe aquela laranja docinha que você chupa, ou aquele limão azedo, pode ser que tenham vindo de lá.

Coletores de cítricos

Nos preparamos para pegar o nascer do sol numa fazenda de cítricos da região, uma das maiores e o que posso dizer, vimos um nascer do sol fantástico.

Nascer do sol sobre o laranjal

E, mesmo na madrugada, vimos que a fazenda já estava bem movimentada, pois chegamos no período da colheita, acompanhamos os coletadores da região para conhecer o trabalho deles. Sempre com sorrisos no rosto.

Pomar de laranjas

E o melhor de tudo foi a forma como fomos recebidos pelo proprietário que aproveitou para contar um pouco da história da fazenda e sobre a produção de cítricos na região. Então, quando estiver indo visitar Rio Preto da Eva, não esqueça de levar umas laranjas da região.

Jaime Saindo da Rota

GRAMA VERDE DO WINDOWS

Grama verde do Windows

Outro dos points mais bacanas ali de Rio Preto da Eva, é a graminha do Windows que fica na rota dos balneários. Um local que dá para fazer além de fotos, reunião com os amigos, jogar queimada, futebol ou vôlei, além de ser bem propício a um piquenique.

Um local massa para reunir com os amigos para fotos e até mesmo um piquenique
E claro que iríamos aproveitar a noite noite estrelada para brincar de light pen

À noite aproveitamos o céu estrelado para fazer fotos com longa exposição, seja para escrever o nome da cidade, brincar de superpoderes e fazer fotos com as estrelas.

Raissa Aventureira e Jaime Saindo da Rota mostrando seu poder sayajin

SUP E CAIAQUE NO BALNEÁRIO MUINCIPAL

Stand up paddle

Outra atração da cidade é a prática de esportes aquáticos, SUP (Stand up paddle), caiaue e o nado. E o assunto da prática de SUP ali é levado a sério, tanto que, dispõem de uma equipe que treina esta prática e participa de vários campeonatos locais, regionais e nacionais. Levando uma oportunidade para os jovens e adolescentes da região de participarem destes campeonatos e trabalharem com o reforço na educação dos mesmos.

Caiaque

Eles dispõem de um canal no youtube https://www.youtube.com/channel/UC6blV-FbjgRjNLT2QyfnEbg onde divulgam todo trabalho que desenvolvem na região.

O valor cobrado para descer o Rio Preto, percurso do alto rio Preto até o balneário Municipal 12 km, valor: R$ 100,00 e caso você queira alugar diretamente no balneário municipal o valor é de R$ 20,00 a hora.

Os prêmios conquistados pela equipe de SUP de Rio Preto da Eva são:
– Campeonato Nacional W.F.B de Sup 2018.
– Campeonato Brasileiro de Sup Etapa de Brasília 2019.
– Campeonato de remo vitual Br. 4all 2020.
– Campeonato Rei de Búzios Experiênce Virtual Paddle 2020.

HÓTEIS DE SELVA/PESCA

ONDE COMER E SE HOSPEDAR

A cidade de Rio Preto da Eva está muito bem estruturada para receber turistas e empresários, pois dispõe de hotéis, pousadas, hostel e aluguéis de casa via Airbnb, tudo o que uma cidade grande tem pra oferecer. Nós do grupo Nós na Estrada ficamos hospedados na Pousada São Francisco, fomos muito bem recebidos e atendidos, e ainda tivemos um delicioso café da manhã para completar o conforto do local.

Pousada São Francisco

Falamos em hospedagem, mas não podemos falar da alimentação. Em RPE há vários restaurantes, lanchonetes, padarias e cafés regionais, que não deixam mesmo a desejar, tanto que o Café da Priscila original (digo, o primeiro) está ali. Na hora do almoço paramos no Kituts da Leidy, que além de sermos muito bem recebidos, fomos muito bem servidos com aquela comida farta e deliciosa.

Restaurante Kituts da Leidy

MAIS INFORMAÇÕES

Para chegar ao Rio Preto da Eva, indo de Manaus, siga pela AM-010 por mais ou menos 80km, a estrada é de asfalto e está boa para viajar.

Rotatória na entrada de Rio Preto da Eva

Site da prefeitura de Rio Preto da Eva: https://riopretodaeva.am.gov.br/

Facebook: https://www.facebook.com/PrefeituraDeRioPretoDaEvaOficial/

Fone: (92) 3031-6970 (funcionamento das 8h às 14h).

AGRADECIMENTOS

Nós na Estrada

Quero agradecer de coração a todos da turma Nós na Estrada pelos dias incríveis que passamos ali em Rio Preto da Eva, pela recepção que recebemos de todos da cidade, ô povo caloroso, e claro da Raissa Aventureira, que foi nossa condutora na região. Ah, a todos que cederam as fotos e vídeos, Raissa Aventureira, Jaime Saindo da Rota e Filipe Na.Aventura (também vídeos do Youtube).

4 Replies to “Rio Preto da Eva – Um novo destino turístico no Amazonas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *