Você conhece Salinas no Pará?

Nascer do sol na praia do Atalaia

Um lugar lindo, com paisagens únicas, com águas transparentes e dunas, perfeito para ensaios ensaios fotográficos, curtir com a família e amigos um final de semana, feriado e até mesmo as férias.

Nós começamos hoje nossa viagem por um dos municípios mais visitados por suas praias do Norte do Brasil.

Como ir DE RORAIMA ATÉ Salinas no Pará?

Viajando de Boa Vista a Belém, agora com voos direto pela @azulinhasaereas, num vôo de mais ou menos 2h20, cheguei em Belém por volta das 7h a manhã de sábado e segui direto para o terminal rodoviário de Belém, como havia comprados as passagens do buzão no site @clickbus, só apresentei no guichê da empresa e paguei a taxa de embarque de pouco mais de R$ 2,15, a empresa que fomos é a @boaesperanca_be.

Rodoviária de Belém

Chegando em Salinópolis, fomos recebido pelo Secretário de Turismo local, nosso amigo Júlio César, que nos levou até a @pousada_bemestar, para deixar as coisas e correr para conhecer uma das orlas de Salinópolis, no bairro Destacado, onde à direita da primeira foto vemos o lago do Peladinho e à esquerda, o rio Sampaio.

O QUE FAZER EM SALINAS

PONTA DO ESPADARTE E RIO SAMPAIO

Orla de acesso ao rio Sampaio

Deste ponto podemos seguir até a ponta do Espadarte, que é o encontro do rio Sampaio com o mar, que será tema de nossa próxima postagem.

Ponta do Espadarte

Seguindo pelo rio Sampaio, chegamos a uma área de águas cristalinas, que divide o rio do mar, que é a ponta do Espadarte, que lugar fantástico.

Fui descendo do barco do seu Salinas e já fui contemplando a paisagem, sabe aquele lugar paradisíaco, simples mas que encanta? Logo ao descer, já contemplei aquela água transparente do rio Sampaio, me lembrando as praias do Caribe Venezuelano, que ia muito quando morava por lá.

Seguindo até chegar a área do mar, passamos pela casa do seu Salinas, a primeira foto, com vários pés de ajuri, uma frutinha que está na mão do secretário Júlio, que tem três colorações na região, branco, vermelho e preto, e não tinha como não provar, e ó, bom demais viu!

Secretário de Turismo, Júlio, com uma frutinha conhecida na região, ajuri

Chegando à praia, já vimos aquelas barracas de palha espalhadas pela areia, para oferecer sombra aos visitantes. Há também alguns restaurantes de moradores da região, que servem almoço e tira gosto, além de bebidas, todos seguindo os devidos protocolos.

Casa do seu Salinas, barqueiro da região

MERCADO MUNICIPAL DO PORTO GRANDE

Mercado Municipal Porto Grande

Saindo dali, seguimos para a Feira Coberta Porto Grande, feira municipal de Salinópolis (@prefeiturasalinopolis). Que vendem todo tipo de hortifrúti, além de frutos do mar e refeições.

Vista aérea do Porto Grande

Claro, não poderia deixar de experimentar da tapioca da Lúcia, uma tapioquinha doce bem molhadinha, com coco ralado e leite condensado, servido acima da folha de bananeira, estava gostosa demais, ainda com um cafezinho preto, hummmmm, não deixe de experimentar. Aproveitamos para conhecer um pouco da região do porto, tirar algumas fotos.

Tapioca doce da barra da Tapioquinha da Lucia

Saindo dali, seguimos para a pousada @pousada_bemestar, para tomar aquele banho e relaxar, pois no outro dia, muiiito cedo iríamos sair para tirar fotos do nascer do Sol. A pousada Bem Estar, fica próxima à a Cosanpa e tem quartos muito confortáveis, com TV, frigobar, central de ar e banheiro privativo, área de estaciomento e piscina. Mais informações, (91) 982219840.

Pousada Bem-Estar

Praia, Farol e Fonte da Juventude, tudo em Salinópolis…

Acordamos cedinho, para ver o sol nascer acima das dunas de Salinópolis, ah, da vez que fomos não rolou a lagoa da Coca Cola, estava seca, vai ficar pra próxima visita.

Dunas próximas à lagoa da Coca Cola

Ao chegar nas dunas, claro que para chegar rapidinho, fomos de quadriciclo com a turma da @locmilturismo (tema da próxima postagem), chegamos e ficamos ali, esperando aquele nascer do sol fantástico, que, além de proporcionar um espetáculo, ainda gerou um arco-íris na direção contraria.

Arco-íris sobre a praia do Atalaia

Ficou lindo demais. A área que avistamos era a praia do Atalaia e seguimos até a ponta da Sofia.

Nascer do sol em Salinas

Depois destes presentes naturais que recebemos de Salinópolis, seguimos até a @pousada_bemestar para tomar um delicioso café da manhã e de lá seguimos para outro lugar fantástico em @prefeiturasalinopolis, o Farol.

Vista do Farol de Salinópolis

O Farol de Salinópolis é um farol localizada na cidade de Salinópolis inaugurado em 1852 e reconstruído em 1916.

Vista aérea do Farol de Salinópolis

E, bem em frente ao farol fica a Associação dos artistas plásticos e artesões de Salinópolis, onde facilmente você encontra aquela lembrancinha para dizer que passou por ali, ahhhh, tem umas do farol que são incríveis, lindas demais, claro, além de camisetas, quadros e os tão conhecidos, vasos marajoaras.

Associação dos artistas plásticos e artesões de Salinópolis

E, seguindo por nosso passeio, saímos dali e corremos para tomar da água da Fonte do Caranã, pois dizem ser uma fonte da juventude, conversamos com vários moradores da região que passavam ali para encher os garrafões de 20l litros de água da fonte, e sempre nos falavam que aquela água que jorrava ali, era milagrosa e até mesmo da juventude, mas é claro que tomei né.

Fonte do Caranã

Na Fonte do Caranã, existe uma sapa. É difícil vê-lo de dia. A noite sai em busca de alimento, bem cedinho volta para o seu ponto de observação de trabalho, isto é, qualquer inseto que seja prejudicial ao homem, e que venha a passar por ali é imediatamente impedido, servindo de alimento.

Fonte do Caranã – fonte e local da morada da sapa

Andando de quadriciclo pelas dunas de Salinas, com a @locmilturismo.

Passeio pelas dunas de quadriciclo

Após aquele nascer do sol fantástico que presenciamos que rolou até arco-íris (na postagem anterior), seguimos nosso passeio até a área das dunas de Salinas (local onde também se encontra a lagoa da Coca-Cola, só que quando fomos estava seca, devido à época).

Pista de quadriciclos em Salinópolis

Seguimos pelas dunas, apreciando as belezas da região, até chegar na praia do Atalaia e de lá seguimos até a ponta da Sofia, um lugar paradisíaco, sem barracas ou tendas na área. Aproveitamos para contemplar o por do sol e o mar, combinação perfeita.

Passeio de quadriciclo até a ponta da Sofia com a turma da Locmil Turismo
Passeio pela praia do Atalaia e ponta da Sofia de quadriciclo

Tivemos todo apoio da turma da @locmilturismo que alugam além de quadriciclos, buggys também, para passeios pela região, então, aproveite, se for a Salinas, não deixe de fazer um passeio de buggy ou quadriciclo, vai curtir demais o vento na cara.

A Locmil também faz passeios de Buggy e aluguéis de carro

SALINAS EXCLUSIVE RESORT

Pracinha em frente ao Resort de Salinas

E de lá, quase em frente à pista de quadriciclo, fica a pracinha com a palavra AMO SALINAS, além de vários cérios de fotos, como o Sherek, Fiona e o burro, tem o Bumblebee (transformer amarelo), o Hulk e um barco fantasma, algumas são peças que vieram do Beto Carreiro World, e claro, tinha que rolar as fotinhas.

Área de lazer de uma das unidades do resort

Fomos convidados para a inauguração de um empreendimento gigantesco o @salinasexclusiveresort, caramba, que lugar é aquele meu povo, a vontade era de ficar logo por lá, por que o espaço e as acomodações eram incríveis. Teve música ao vivo, participação da @prefeiturasalinopolis, com o prefeito, alguns secretários, vereadores e empresários da região.

Evento de inauguração de uma das unidades do resort

Terminando este dia incrível, voltamos para a @pousada_bemestar para tomar aquele banho e relaxar um pouco, por que ainda iríamos rodar por algumas praias no próximo dia. Praias, praias e muitas praias, isso é Salinas, um pedaço do Pará!

Hulk é um dos personagens que fazem parte da pracinha em frente ao Resort

PRAIAS DE SALINAS

Praia do Farol Velho

E para fechar nossa viagem por Salinópolis, no estado do Pará, passamos o dia conhecendo algumas praias, começando pela do Atalaia, muitíssimo conhecida por seus bancos de areia, que levam os carros até longe da orla, mas que quando a maré sobe, todo mundo tem que correr pra tirar o carro, senão, fica submerso.

Praia do Atalaia

Uma praia belíssima e que vale muito a pena aproveitar um dia inteiro, FDS ou feriado, para curtir com a família e amigos, e isso é válido a todas as praias de Salinas, seja a da Corvina, do Maçarico, do Farol Velho ou até mesmo, a praia da nossa segunda postagem sobre Salinas, a do Espadarte.

Praia do Maçarico

Salinas é um pedaço do norte do Brasil, que fica bem localizado no estado do Pará, um estado riquíssimo em belezas, cultura, culinária e de um povo extremamente acolhedor, e só posso agradecer de coração a todos que fizeram parte desta jornada por Salinas, seja à @prefeiturasalinopolis com o apoio do prefeito e do secretário de turismo, seu Júlio César, que nos acompanhou em cada parte deste passeio.

Praia da Corvina
Ponte de acesso à praia da Corvina

Seja à @pousada_bemestar, que nos deu todo conforto para recostar a cabeça e relaxar depois das atividades, assim como à turma da @locmilturismo, nos levando em seus buggys ou quadriciclos para rodar e conhecer um pouco mais de Salinópolis, aqui, todo meu agradecimento a todos envolvidos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *