Posted on

Pakaas, um hotel na selva Rondoniense

Hotel de Selva em frente ao Encontro das Águas dos rios Mamoré (águas “barrentas”) e Pacaás Novos (águas “escuras”), na fronteira Brasil com a Bolívia.

O Pakaas Palafitas Lodge é o charmoso hotel de selva que fica em Guajará Mirim, Estado de Rondônia, bem na fronteira com a Bolívia e localizado em frente ao encontro dos Rios Mamoré e Pacaás Novos, cercado pela belíssima floresta.

COMO CHEGUEI NO PAKAAS

Porto de Guayaramerin – Bolívia

Estava voltando de uma viagem pela América do Sul, e meu último país a visitar, era a Bolívia, onde conheci o Salar do Uyuni, Sucre, Cochabamba e por fim, La Paz. De La Paz, seguimos de ônibus até parte do caminho e o restante de táxi, pois se aproximava um possível fechamento de estrada, antes da fronteira, e como o ônibus iria demorar demais de chegar à fronteira, resolvemos mudar para o táxi.

Flota Yungueña, sai todos os dias desde La Paz, até a fronteira com o Brasil
Passamos de mais de 18 horas num busão sem ar e sem banheiro, resolvemos ir para um táxi.
Num táxi conseguimos avançar até a fronteira bem mais rápido, reduzindo em mais de 3x a viagem.
Até chegarmos em Guayaramerin e neste terminal portuário, atravessamos o rio de barco.
Imagine a felicidade de poder estar em solo brasileiro e saber que após esse perrengue iria passar alguns dias no melhor hotel de selva de Rondônia.

O PARAÍSO NO MEIO DA SELVA

A frase mais correta para o que passei antes foi de chegar lá é: “todo perrengue, trás um presente!”, porque as últimas horas antes de chegar no Pakaas foram relamente de perrengue, mas o nosso presente estaria reservado ali, naquele hotel de selva.

Encontro doas águas e Pakaas Palafita Lodge vistos de cima, mostrando suas passarelas

Chegamos ao Pakaas e já fomos super bem recebidos pela equipe do hotel. Nos levaram a nosso quarto, com camas além de gigantes, super confortáveis, com banheiro, frigobar, central de ar, tv e uma varanda com vista para o encontro das águas. E, antes de irmos aos quartos eles haviam nos passado o cardápio do que seria servido para o almoço. Foi o tempo irmos, tomarmos banho e voltarmos para a área do restaurante.

Comida servida no Pakaas sabor regional com requinte

Ao chegar no restaurante, já estava posta a mesa com a entrada, e logo nos foi servido o almoço e a sobremesa, tudo feito com todo carinho e com qualidade, diga-se de passagem, me senti num restaurante com estrelas Michelin. Após o almoço, tiramos um tempo para o descanso, e depois seguimos para conhecer o lugar.

NOSSOS DIAS ALI

Passamos três dias e duas noites no Pakaas, conforto no quarto, banheiro com água quente, limpeza diária das habitações, uma comida fantástica e o ótimo atendimento e cuidado conosco, além de tudo isso, tínhamos uma piscina com borda infinita e o encontro das águas que víamos da varanda de nosso quarto.

Vista de nossa varanda para o rio, como havia chovido na noite anterior, o rio estava levando galhos e até árvores inteiras da região.
Curtia demais ficar ali, aproveitando a vista do encontro de dois rios Mamoré e Pacaás Novos

Em muitos dos nossos momentos aproveitávamos para conhecer um pouco do lugar, andar pelas passarelas suspensas e fotografar aves e insetos da região, pois como estávamos em um ambiente elevado, ficando próximo da copa das árvores, apareciam mais animais e insetos.

Luis aproveitando para fotografar os animais

Agora, além de aproveitar bem o quarto, super confortável, de ver animais e insetos, podendo fotografar e filmar, um dos lugares que mais curti e quase não saia era da área da piscina. Água gostosa, vista pro rio, e próximo ao restaurante, facilitando compra de bebida e tira gostos. Além de escutar os botos subindo para respirar no encontro das águas.

pôr do sol

O que dizer dos dias que passamos ali? Que o lugar é fantástico, que deve ser visitado, mesmo que apenas em um dia, mas se puder aproveitar e passar uma noite romântica ali, com certeza valerá muito a pena, seu par irá se apaixonar por que o lugar, é lindo, e a noite então, apaixonante!

O QUE É QUE O PAKAAS TÊM?

Desenho dos quartos, este no caso para casal com vista para o encontro das águas.

Suas 28 cabanas estão a 4 metros de altura do solo e são interligadas por passarelas elevadas, proporcionando perfeita interação com a Natureza exuberante do local, o valores dos quartos variam de preços, os que vi recentemente no site da empresa estão entre R$ 270,00 a R$ 420,00, mas são OS QUATOS!

Externamente as cabanas parecem rústicas casas de ribeirinhos, mas internamente têm 36 metros quadrados e mais até 30 m2 de varandas, além de todo conforto de um hotel de luxo com decoração regional.

Passarelas elevadas que levam até os quartos que tem nomes de árvores

As passarelas mantêm o hóspede ao nível da copa das árvores e ligam também as cabanas ao Complexo Central, onde há um restaurante panorâmico para até 300 pessoas, além de uma piscina suspensa que se projeta sobre o encontro das águas dos rios Mamoré e Pacaás Novos. Há ainda o ecobar, recepção, salas de TV e de jogos. Na área da recepção e piscina há internet Wi-Fi. 

O restaurante Oro Warii, localizado no Complexo Central do Pakaas Lodge, é aberto todos os dias para hóspedes e não hóspedes. Opera também com Eventos – aniversários, casamentos, reuniões de trabalho, grupos.

Carne ao molho madeira e chips de banana

Atua na cozinha regional e internacional com enfoque nos grelhados, possuindo o serviço à la carte com entrada e prato principal (a ser escolhido entre três opções diárias com carne, peixe ou frango ) – e eventualmente Buffet Completo, com saladas, pratos quentes, acompanhamentos, três sugestões de carnes e diversas sobremesas.

DAY USE: não sendo hóspede e querendo desfrutar da nossa culinária no almoço com direito ao uso da piscina, o Pakaas oferece a você a tarifa Day Use no valor de R$ 80,00 * /pessoa (crianças até 5 anos não pagam, e de 6 a 11 anos é cobrada metade da tarifa).

ALÉM DA HOSPEDAGEM

É comum visualizarmos do restaurante ou da piscina botos tucuxis e vermelhos (os cor-de-rosa) fazendo suas evoluções bem no encontro das águas negras com as barrentas, que emolduram o entorno do projeto hoteleiro.

Visão da piscina para o encontro das águas

Para quem busca a tranquilidade e o contato com a natureza através de passeios de barco e a contemplação das belezas cênicas de nossa região, ou simplesmente quer aproveitar momentos de relaxamento, o Pakaas é uma ótima opção.

Há ainda as opções de compra na zona franca boliviana.

COMO CHEGAR LÁ E CONTATOS

Ramal Olho D’Água, acesso no km 12
(a partir da rotatória da av. 15 de Novembro com av. Duque de Caxias)
Guajará-Mirim, Rondônia, Brasil
WhatsApp: (69) 99209-7179 | (0xx69) 99978-6050

Site: https://www.pakaas.tur.br/

Entrada do Pakaas

O Pakaas está localizado em Guajará-Mirim, fronteira com a Bolívia, há 330km de Porto Velho/RO e 445 km de Rio Branco/AC por estradas asfaltadas. O hóspede pode desfrutar de atividades ecológicas e pescaria, agendando antecipadamente, e ainda pode fazer compras de final de ano na Zona Franca da Bolívia.

INDO COM A AMAZÔNIA ADVENTURE

A Amazônia Adventure sempre está levando os turistas de Rondônia até o Pakaas Palafitas Lodge, o bacana é que tem transporte próprio e já promovem o turismo regional a bastante tempo no Estado.

A Amazônia Adventure com o objetivo de fomentar o Turismo Regional está programando Roteiro Turístico para a cidade de Guajará-Mirim/RO.

Aproveite essa oportunidade para conhecer a “Pérola do Mamoré” e seus atrativos como Serra dos Parecis, Museu da EFMM*, Hotel Pakaas e fazer Compras na Bolívia e na Loja Top Internacional.

Ideal para lazer e diversão no Hotel de Selva Pakaaas Palafitas Lodge com amigos, família ou pessoa amada!

CONTATO:
📱 Whatapp 99256-0007
☎ Fone 99953-3364

REALIZAÇÃO:
Amazonia Adventure

O PAKAAS NA MÍDIA

O Pakaas foi eleito como um dos melhores hotéis de selva do Brasil pelo Guia Quatro Rodas, e também como um dos 25 melhores hotéis do Brasil pela Revista Próxima Viagem. E a Revista Veja definiu o Pakaas como a “Nova Geração dos Hotéis de Selva”.

Nas suas dependências a Rede Globo de Televisão produziu vários capítulos da sua novela Paraíso Tropical, o que valorizou o empreendimento, o município de Guajará-Mirim e o estado de Rondônia.

One Reply to “Pakaas, um hotel na selva Rondoniense”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *