Posted on

Pardinho, um lugar fantástico no coração de São Paulo

Gigante Adormecido (Foto: Ken Chu)

A pouco mais de 200km da gigante São Paulo, existe um lugar no Pólo Cuesta, lindo, impressionante e fantástico. Imagine você, que é de lá um dos melhores cafés nacionais e surpreenda- se também é de lá, o melhor queijo do mundo recebendo até prêmios da França. Pardinho emancipou-se em 18 de fevereiro de 1959, e todos os anos sempre tem uma celebração melhor que a outra, este ano promete!!!

61 anos de pura emoção!

O Pólo Cuesta, teve início em 2001, com o intuito de desenvolver o turismo na região. O consórcio é composto pelos municípios de Anhembi, Areiópolis, Avaré, Bofete, Botucatu, Itatinga, Paranapanema, Pratânia, São Manuel e a nossa linda Pardinho.

Paróquia Divino Espírito Santo

Pardinho está localizada no front da Cuesta paulista, única no estado, tendo seu ponto mais alto a 1032 m de altitude, com cerca de 72 % de seu território destinado a APA – Área de proteção Ambiental e uma das principais áreas de recarga do Aquífero Guarani. Rodeada de matas nativas tornando – a abundante em nascentes e cachoeiras formando abismos que favorecem desde práticas contemplativas a esportes radicais. Este deslumbrante cenário promove intensas aventuras e significativas experiências, recentemente direcionadas ao desenvolvimento do Turismo agregando valor a vida rural.

MIRANTE VISTA DO GIGANTE ADORMECIDO – PARDINHO

Por ter esta formação geográfica despertou a atenção trazendo para Pardinho a prova Road Brasil Ride, prova que conferiu a Pardinho o titulo Guidão de Ouro da revista Bike Action: de melhor prova de estrada por quatro vezes consecutivas: 2016 a 2019, destacando a região no cenário internacional e conferindo visibilidade a sua variada atividade esportiva associada a este belo cenário e sua ruralidade tão intensa, ainda nos dias de hoje.

Foto Kativa Cuesta – G Riello – Mirante do Gigante Adormecido

ONDE E O QUE COMER EM PARDINHO

PRÊMIOS DE GASTRONOMIA

Pardinho Top Turismo Gastronômico

Pardinho é top gastronomia porque a natureza assim a criou com os melhores ingredientes
Pardinho é top gastronomia porque o mundo a elegeu: o melhor queijo
Pardinho é top gastronomia porque tempera com a alma da música raiz e gente que trabalha feliz
Pardinho é top porque aqui nasce o rio pardo onde brota as mais deliciosas parmegianas

O segredo, na verdade é um privilégio natural, abençoado pelas mãos da criação. Sua localização, altitude, clima, qualidade da sua agua, somado a hospitalidade do   seu povo é que dão o toque na sua gastronomia local, desde seus primórdios. O segredo dos produtos começa na tradição agrícola desde sua colonização. Como o acesso era difícil devido a formação da Cuesta, os pardinhenses foram adaptando as receitas trazidas da terra natal: Itália, Portugal e Alemanha à realidade de lá, passando de geração em geração como o tradicional mingau de milho com bolinho.

Tradicional mingau com bolinho de milho

Da lavoura, no seio das propriedades rurais aos seus eventos, aos pratos da culinária caipira gourmet dos seus belos restaurantes rurais panorâmicos aos prêmios internacionais dos seus queijos, todo este privilégio natural é que faz toda a diferença conferindo o “terroir da Cuesta” de Pardinho para o mundoConsiderando aqui a expressão “terroir” como o conjunto expressivo da somatória exclusiva da nossa localização, clima, altitude e qualidade do nosso ar, agua e vegetação que diferenciam o sabor único dos nossos produtos.

Rancho do Maluli – Restaurante Rural PANORÂMICO – Foto Arlindo Maluli

Com o conquistado destaque: medalha “super ouro” no Prêmio Mondial du Fromage– França, com o queijo Cuesta e primeiro lugar no “Primeiro Mundial do Queijo do Brasil” –  Minas Gerais, com queijo Mandala e apreciado pelos principais chefs, a exemplo de Jefferson Rueda da Casa do Porco Bar, a marca Pardinho Artesanal projetou não só a cidade de Pardinho, mas o Estado de São Paulo para o mundo referenciando os queijos paulistas ao nível dos tradicionais famosos queijos mineiros. (https://www.caminhodoqueijopaulista.com/)

Pardinho – Queijeiros Paulistas

ONDE COMER

Casarão Eurico Nunes
Casarão do Eurico (Foto: Thyana Hacla

Uma gestão compartilhada entre iniciativa privada e políticas públicas que tem originado casos de sucesso, um atrás do outro, com apenas três anos de criação transformou a realidade local.

PRAÇA DA MATRIZ – FESMURP 2019

A exemplo da capacitação do Sebrae 2018, que teve como desafio de formatura, a Praça de alimentação do aniversário de 60 anos da cidade, com 15 empresas exclusivamente locais. A partir daí vem marcando presença nas festividades de aniversario e no FESMURP – Festival de Música raiz de Pardinho.

FESMURP – Festival de Música raiz de Pardinho
Cuesta Café

Nesta Gestão compartilhada , todos os serviços e produtos locais que trabalham com o Turismo compõem o Grupo Gastronomia da Cuesta de Pardinho:  Grupo Rodoserv Camponesa, Cafeteria Cuesta Café, Paineira Velha, Casarão Restaurante Eurico Nunes, Pardinho Artesanal , Tirolesa do Gigante, Rancho do Maluli, Laticínio Gege , Pizzaria e Esfirraria artesanal  Cuesta, Jota’s Burger Hamburgueria artesanal ,  Snoopy Dog e os micro empreendedores locais. (https://www.facebook.com/groups/gastronomiadacuestadopardinho/)

Uma das delícias feitas no restaurante do Eurico

Lançando produtos originais ligados a nossa tradição como o lanche ‘Ferreirinha” (personagem lendário local) e pizza quatro queijos com os queijos da Pardinho Artesanal. Em outra frente, com o Senar e o Sindicato rural nasceu o primeiro concurso de café especiais de Pardinho, em setembro de 2019, inspirado pela colocação entre os quatro melhores cafés nacionais (prêmio Ernesto Illy 2018). 

Pardinho artesanal – Queijeiros Paulistas

E nos primeiros passos de lançamento, depois de 10 anos de pesquisa e investimento, o broto de bambu de produção e beneficiamento totalmente local, irá para toda a cadeia gastronômica regional.

DECK 976

Um dos pontos mais visitados pelos turistas tanto para tomar aquele café, quanto para tirar fotos é o Cuesta Café. O lugar em si é lindo, e os cafés são deliciosos (sou suspeito em falar, já que amo café), com três sabores diferentes, desde mais fracos até a mais intensos, Bourbon, Jasmin ou Cereja. Você vai se apaixonar por eles.

Cuesta Café

O Cuesta Café é um café de origem, com grãos 100% Arábica, produzido com todo o cuidado de quem entende e gosta do que faz, de maneira artesanal, integrado a práticas criteriosas de manejo de lavouras e gestão ambiental. Acesse o site para conhecer um pouco mais: http://www.cuestacafe.com.br/.

Pardinho é top porque a natureza assim o escolheu e seu povo acolhedor, em seus talentos, investiu. Mais que tempero, em nosso produtos, vai o “terroir” desta abençoada Cuesta de Pardinho e alma de seu povo.

Paineira Velha

Perto da Tirolesa Gigante, você pode contar com um delicioso almoço no restaurante Paineira Velha e com salgados e bebidas na Venda Vivan.

A paisagem e a comida do Restaurante do Eurico enchem além da barriga, os olhos!

Tradição passado de pai para filha, os cafés do sitio Daniella tem o privilégio de serem produzidos a 1007 m de altitude na Custa de Pardinho, interior de São Paulo.  Aliados ao conhecimento herdado e inovação detém seu status entre os melhores cafés especiais nacionais, prêmio Ernesto Illy de qualidade e tiveram uma edição especial da Três corações: Florada premiada. Em 2019 iniciou sua produção para venda. Café este que se consegue encomendando. (https://pelosinicafes.com.br/#cafes)

CONTATOS DE ONDE COMER

Restaurante Rancho do Maluli
014 99860-7755 – Maluli

Restaurante Paineira Velha
014 99800-8234 – Marcia

Deck 976
014 99776-9097 – Bruno

Venda Vivan
014 99735-5646 – Maria

Casarão Eurico Nunes
014 99813-5954 – Eurico

Chalés da Cuesta
014 99674-4154 – Alexandre

Pedra do Índio
014 99679-0724 – Denílson

Três Pedras Bofete
014 98114-9370 – Cidinha

O QUE FAZER EM PARDINHO

GIGANTE ADORMECIDO

Gigante Adormecido (Foto: Ken Chu)

Se vai a Pardinho, com certeza irá ouvir todos dizendo, eae, já foi ver o Gigante Adormecido, e claro que eu não poderia ficar sem ir ver. O local é visitado por muita gente que aproveita para tirar lindas fotos, fazer ensaios e até mesmo ficar apenas ali, meditando, curtindo o momento. Mas há também os que vão para fazer fotos que imitam o Gigante, como a foto abaixo.

A ROTA DAS TRILHAS DA CUESTA DO PARDINHO

As práticas esportivas que hoje ascendem o cenário local, tiveram origens históricas ligadas à ruralidade: maior patrimônio, o estilo de vida caipira!

As práticas Off road pela Cuesta de Pardinho tem sua maior expressividade nas CAVALGADAS, em segundo nas bicicletas , sendo este segmento com o maior numero de praticantes , em apenas duas provas anuais : Road Br Ride e Eco Trail seguido de grupos organizados de Motos, jeeps e quadrículos. As caminhadas, voo livre e o rapel, ainda são de pequenas iniciativas, justamente pela radicalidade dos nossos acessos.

BR RIDE

A região faz parte do Consórcio Turísticos Polo Cuesta que integra, em sua rota turística, 10 municípios e que lançou a “Travessia Cuesta de Cicloturismo”. Esta travessia trata – se de uma rota de 520 km que percorre os municípios em rotas segmentadas tendo três rotas temáticas. A viagem será autoguiada por mais de 700 placas de sinalização.  Pardinho compõe a Rota Sertaneja. Cada cidade tem seus pontos de alimentação e hospedagem onde o praticante recebe um carimbo em seu passaporte e completando a rota receberá um certificado.

Montain bike radical

EVENTOS TRADICIONAIS

Com cerca de oito comitivas, só de Pardinho, número significativo para uma população de menos de oito mil habitantes, que hoje conta com cinco eventos principais: Cavalgada do Ferreirinha, no rastro do Ferreirinha, Cavalgada Tijuco Preto, Cavalgada Matogrosso e Romaria do Bom Jesus do Ribeirão Grande, sem contar com os inúmeros encontros de cavaleiros que animam, o ano inteiro a Cuesta local, mantendo viva esta tradição alimentada pelo FESMURP – Festival de Música Raiz de Pardinho que proporciona eventos culturais o ano inteiro culminando em setembro com o festival, em si e que envolve todas as manifestações da cultura caipira entre as diferentes gerações.

Cavalgada Ferrerrinha

RODER´S TURISMO

TIROLESA DO GIGANTE:

Para você que gosta de aventura e natureza, venha conhecer a Tirolesa do Gigante em Pardinho – SP, ela possui 800 metros dividida em 3 lances. O transporte pau de arara de retorno da última tirolesa e de quebra essa bela paisagem do Gigante Adormecido ao fundo.

Horário de funcionamento final de semana e feriado: das 10 às 18 horas. (Horário de funcionamento durante a semana, somente com agendamento)

Forma de pagamento: dinheiro e cartão de débito e crédito: De 3 – 7 anos: R$30,00 e de 8 – 97 anos: R$60,0

Tirolesa do Gigante

Tirolesa com 800 metros de comprimento, dividido em 3 tirolesas, uma na sequencia da outra. Com uma vista para o Gigante Adormecido. Onde o retorno é feito caminhando, de pau de arara ou de buggy.

PASSEIOS DE BUGGY DO GIGANTE:

Ponto de início e término do passeio: Tirolesa do Gigante – Pardinho – SP.

Observação: Temos 2 buggys (até 7 pessoas) Os passeios devem ser agendados (com data e hora).

Duração: Varia de acordo com o grupo (entrar na cachoeira e rio, paradas para fotos, picnic).

O pacote inclui: 1 Buggy + entradas nas propriedades + 1 guia + até 3 pessoas + criança.

Ensaio pré-casamento

Opções de roteiros:
Roteiro 1: R$ 150,00 – Tour no sítinho da cachoeira e tour no sítio da Tirolesa.
Duração: 01h20min.

Roteiro 2: R$: 200,00 – Tour no sítinho da cachoeira, tour no sítio da Tirolesa e Serra do Pauletti (trilha que corta a cuesta). 
Duração: 02h.

Roteiro 3: R$: 300,00 – Tour no sítinho da cachoeira, tour no sítio da tirolesa, Serra do Picau e Serra do Pauletti.
Duração: 03h00min.

Forma de pagamento: dinheiro e cartão de débito e crédito.

Passeio de Buggy

Depois de 4 anos de passeios de buggy, turismo rural, foi fundada a tirolesa do gigante com um cenário maravilhoso. Turismo de aventura para Pardinho, região e a todos os turistas que visitam nossa cidade.

O horário de funcionamento final de semana e feriado das 10 às 18 hrs. Já, durante a semana, é necessário agendar o horário. O valor pela diversão/emoção é R$60 por pessoa. Fica localizado na estrada municipal Constantino Pauletti, Km 6. O contato é: WhatsApp: 014997614110 – Robson.

Deck 976

Há também um pub fantástico, o Deck 976, com a vista para o Gigante Dormente, com lanches e bebidas, para a turma curtir o ambiente, aproveitar a vista e ainda realizar as atividades que tem na região.

Tirolesa do Gigante

PASSEIO DE QUADRICICLO DO GIGANTE

A mais nova atração da Roder´s Turismo é o passeio em quadriciclo, que por sinal ainda estão com cheiro de tinta, novinhos. Vai um guia puxando e orientando o comboio, aproximadamente 40 minutos o circuito.

Passeios de casais

Para você que gosta de aventura em meio a natureza, mirante natural, venha conhecer os passeios de quadriciclo, possui +- 40 minutos de passeio, com belas paradas para apreciar a paisagem, tratar dos peixes no lago, tirar belas fotos e de quebra pilotar o quadriciclo, acompanhado da pessoa que você mais ama.

Quadri: Bombardier Can Am Outlander 400 cc, 4×4 automático, original de fábrica para 2 pessoas.

Horário de saída dos passeios: 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16, 17 e 18 horas, se preferir deixe agendado ou por ordem de chegada.

Capacidade: até 4 pessoas por passeios, sendo dupla em cada quadriciclo;

Forma de pagamento: R$160,00 – dinheiro e cartão de débito e crédito.

Quadriciclo, a mais nova atração da Roder´s Turismo

Outra atividade para a turma que faz quadriciclo e o passeio com o buggy é chegar até uma cachoeirinha, para refrescar o corpo e relaxar a mente com o cenário do local.

Vários ensaios fotográficos são realizados na região

PASSEIO DE PAU DE ARARA DO GIGANTE

Um mini tour pelo sitio da tirolesa, em cima de uma camionete adaptada bancos de madeira em cima.  Saída da primeira tirolesa, passa pela trilha ao lado da venda Vivan, desce sentido a última tirolesa, para na última tirolesa para fotos, junta com o pessoal que fez o passeio nas 3 tirolesas e retorna para a primeira tirolesa. Tudo isso com aquele cenário de Gigante Adormecido.

Forma de pagamento: R$10,00 – dinheiro e cartão de débito e crédito.

MAIS DE PARDINHO

Parque Linear Urbano “Leon Lopes Capeluppi”

Por mais que a cidade esteja crescendo e aparecendo da melhor forma para o Brasil e o Mundo, o povo  de lá pensa em se cuidar, acabaram de inaugurar uma praça onde a turma faz caminhada e outros exercícios – Parque Linear.

Paróquia Divino Espírito Santo

Além de cuidar do lado físico ainda cuidam do lado espiritual na Paróquia Divino Espirito Santo, uma igrejinha típica de interior, que tem o seu coreto ao lado e que tem uma arquitetura linda.

Estátua de Ferrerrinha 2015 (Foto: Thyana Hacla)

Além de ter o melhor queijo do mundo, um delicioso café, um povo sorridente e acolhedor, receber os “povo tudin das bike”, ter uma gastronomia de encher os olhos e a barriga, Pardinho também é um dos locais que ainda se ouve sertanejo raiz, tem até estátua em homenagem ao Ferrerrinha, um personagem local homenageado pelo ícone da música raiz Tião Carreiro.

Centro de Cultura e Sustentabilidade Max Feffer

Agora, um lugar dentro da cidade que me encheu os olhos foi o Centro de Cultura e Sustentabilidade Max Feffer, que lugar é aquele meu povo. Todo feito com o intuito de ser auto sustentável, com reaproveitamento de água, aquecimento utilizando a própria base do prédio, além de ser todo em vidro o que facilita a entrada de luz. O local recebe gente de todo o município para aulas diversas como idiomas, dança, música, artes marciais e muito mais. Além de contemplar uma biblioteca acolhedora e um palco para as apresentações dos alunos.

PARDINHO À NOITE

Pardinho noturno (Foto: Guto Hilst)

A cidade de dia já é linda, típica de interior, aquela cidade que você visita e não dá mais vontade de ir embora, e se for, já pensa em voltar, seja para visitar novamente, ou para viver a aposentadoria ali. Já, a noite de Pardinho é mais calma e é onde o povo aproveita para fazer exercícios, visitar os amigos para papear e namorar.

Céu noturno – Maluli

E, por Pardinho ser uma cidade pequena, há pouca incidência de luz, o que faz com que a visão do céu fique assim, perfeita, tanto para poder poder acampar e contemplar num hotel milhões de estrelas, poder utilizar um telescópio e contemplar os corpos celestes e até mesmo fazer a astrofotografia, que está muito em alta ultimamente.

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS

Pardinho é linda, e disso ninguém pode negar, eu mesmo, passeio dois dias ali e já quero me aposentar e ir morar ali. E como sou fotógrafo, já fui com aquele olhar, pensando em quantos ensaios, festas e casamentos aquela cidade não receberia constantemente, até que recebi algumas fotos de um ensaio pré-casamento que foi feito ali, reparem nas fotos a seguir.

Foto: Felipe Celino
Foto: Felipe Celino
Foto: Felipe Celino

ONDE SE HOSPEDAR

Quarto família no Hotel Avenida

Ao visitar Pardinho, fui muito bem recepcionado pela equipe do Hotel e Restaurante Avenida. Um hotel grande, com quartos para todos os gostos, desde individuais, até quartos família, prontos para receber àqueles que irão passar uma temporada, ou até mesmo apenas um final de semana ou um dia.

Café da manhã do Hotel Avenida

Além da equipe fantástica, e de uma cama super aconchegante, pude desfrutar de um delicioso e completíssimo café da manhã para ninguém botar defeito. O hotel também conta com uma área de restaurante, que serve tanto almoço, quanto uma deliciosa janta.

Área de estacionamento do Hotel e Restaurante Avenida
Quarto família no Hotel Avenida

Hotel Avenida
R: Euzébio da Rocha Camargo , nº 10 – Centro
Contato: +55 14 3886-1330 – 99700-8005 / autopostoehotelavenida@yahoo.com.br

Hotel Pólo Cuesta
Pardinho, Rod SP 280, Km 193
Contato: +55 14 3886-9050 / atendimento@rodoservhotel.com.br

Casas de veraneio Ninho Verde
R: Euzébio da Rocha Camargo, 140 – Centro
Contato: +55 11 97372-4149 / yuri@imobiliarianossocampo.com.br

Chalés da Cuesta
Faz. Águas da Serra EMJER Km 255
Contato: +55 14 99674-4154 / chalesdacuesta@gmail.com

Casas de veraneio Ninho Verde

DISTÂNCIA E COMO CHEGAR

DISTÂNCIA

Pardinho à cidade de São Paulo via rodovia Castelo Branco – 208Km

Pardinho à cidade de São Paulo via SP 300 Marechal Rondon – 207Km

Pardinho à cidade Campinas – 192 Km – Aeroporto Viracopos

Pardinho à cidade Sorocaba – 125 KM

Pardinho à cidade  Avaré – 81Km

Pardinho à cidade Bauru – 80 Km

Pardinho à cidade Santos – 282Km

COMO CHEGAR AOS AEROPORTOS

01- SP280: Rodovia Castelo Branco KM 193 (Trevo Rodostop) entrada para estrada vicinal João Emilio Roder (PRD 40), por 9 Km cai na Estrada Pedro. Bosco (PRD 50) rotatória sentido Centro de Pardinho.

02- Rodovia Castelo Branco até a saída 210 sentido Botucatu – Estrada João Martins (Castelinho) – Entrada Km 7 – Pardinho Estrada Pedro Bosco (PRD 40) por 18 Km até entrada da cidade.

03- Rod. Marechal Rondon KM 300 – em frente ao Posto Pontal da Serra entra no trevo sentido Pardinho pela Estrada João Bruder Gureguer seguida pela Estrada Antônio Vicentini (PRD 10) por 18KM até entrada da cidade.

04- Estradas Não Pavimentadas:

Estrada – Bofete/Pardinho

Estrada Limoeiro – Km 191 Castelo Branco/Pardinho

Estrada Vicinal Rodo Stop/divisa de Pardinho e Botucatu Estradas da CESP

Botucatu/Pardinho

Demétria Botucatu/Pardinho

Só dois dias foram poucos demais para poder aproveitar tudo que Pardinho tem a oferecer, então, quero voltar, não só por conta do melhor queijo do mundo, do excelente café, de uma das melhores gastronomias do país, não só por conta do Gigante Adormecido, ou da tirolesa Gigante, mas por conta de seu povo, por conta de encanto, por conta dos sorrisos e abraços que ali recebi. Pardinho faz parte de mim, e quero sim, voltar o mais breve possível para poder me apaixonar ainda mais por esta TERRA DE EMOÇÕES!

Não podemos esquecer da Cerveja Glatz (Foto: Jotas Burguer)

Quero deixar aqui todo meu agradecimento à Prefeitura de Pardinho, pelo acolhimento e excelente recepção na pessoa da Sylviah Riouls que não pediu esforços para me ajudar neste material. A todos que colaboraram com informações e fotografias, meu muito obrigado. Ah, boa parte das fotos da Roder´s Turismo, obtive através do https://www.facebook.com/Tirolesadogigante/.

Se você conhece Pardinho, e acha que esqueci de colocar alguma coisa aqui, manda aí, que irei ter o prazer de acrescentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *